Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no sistema. Ao continuar no site, consideramos que você está de acordo com nossa Política de cookies.
Voltar

Meu aplicativo me escuta?

#
Leitura: 3 min
14 de Dezembro de 2021

Muito provavelmente você já tenha passado por uma situação assim: após comentar com amigos ou familiares sobre um produto ou uma viagem que você gostaria de fazer, suas redes sociais se encheram de anúncios e conteúdos sobre o assunto que você falou. Não é mesmo? Mas essa “mágica” não acontece somente com você.

Muitas pessoas têm essa estranha sensação de estarem sendo espionadas por seus celulares ou aplicativos que começam a oferecer serviços específicos logo após serem mencionados próximo ao aparelho. O que acontece é que, na verdade, você acabou concordando com isso no momento de descarregar um aplicativo ou utilizar assistentes virtuais.

Inclusive, durante a quarentena a adesão a produtos que possuem inteligência virtual por voz no Brasil aumentou em 47%, de acordo com os dados da Ilumeo. O que demonstra que a tecnologia já é um recurso familiar no cotidiano dos brasileiros, visto a praticidade que proporcionam para o dia a dia.

Com avanço nas soluções tecnológicas a segurança é um fator crucial, portanto a questão é: escutar as conversas dos usuários é um recurso legal?

Pode isso, Arnaldo? 

Você fez o download de um aplicativo e logo depois surgem pop-ups solicitando permissão para acessar sua câmera, seu microfone, sua localização. Também surgem os “Termos & Condições” que pedem sua aprovação. Você lembra a última vez que leu as políticas de privacidades de algum aplicativo?

O que acontece é que é ali, onde deixamos nosso consentimento, estão descritas as premissas e condições do provedor dos serviços. Dessa forma a resposta é: sim, o acompanhamento das conversas é um ato legal.

Mas, por quê?

O mesmo acontece com os cookies de um site. Após aceitos, eles gravam determinados detalhes da sua navegação, como as informações de login, por exemplo, para que não seja necessário inseri-los toda vez que acessar a página.

Esse recurso, apesar de parecer que está te rastreando, na verdade analisa o seu comportamento, seu perfil, histórico de buscas, gostos e utiliza essa informação para o marketing. 

A estratégia é que, com esses dados, os sites ou aplicativos possam oferecer a você produtos e serviços que se adequem aos seus desejos e necessidades. Assim as empresas conseguem melhorar seu sistema de recomendação para que o algoritmo possa lhe oferecer anúncios assertivos. 

Posso evitar que isso aconteça? 

O primeiro – e mais importante – passo é sempre ler os termos e condições para que assim você possa compreender todas as permissões que seu aplicativo vai precisar.

Você também pode limitar os dados enviados, já que não são todos os aplicativos que necessitam dessas informações para desempenhar suas funções. Como é o caso dos deliverys, que precisam acessar sua localização para entregar os pedidos corretamente, por exemplo. Portanto, uma dica importante é autorizar o acesso somente aos dados sumariamente importantes

Para manter sua privacidade nos sites evite realizar seu login por meio de suas contas nas redes sociais e pense bem antes de conceder aos cookies de determinadas páginas web.

Busque também realizar limpezas em seu histórico de atividades de vez em quando. Dessa forma você exclui cookies e informações salvas de suas antigas buscas pelos provedores de serviços. 

Por fim, esteja atento aos sites que visita e a segurança que ele fornece. Alguns deles podem contar com ferramentas mal intencionadas que ameaçam a sua segurança. Afinal, é melhor garantir do que remediar, não é mesmo?

Autor

user

PremierSoft

A PremierSoft é pioneira em desenvolver soluções mobile personalizadas e de alto nível para empresas, instituições e startups dos mais variados segmentos do mercado. Nosso foco é criar experiências que transformem o dia a dia de nossos clientes e facilitem a sua interação com as novas tecnologias.

Conteúdos Relacionados

Não perca nossas novidades, inscreva-se na nossa newsletter